Decreto-Lei n. 314, de 13 de março de 1967, art. 25

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

  • Ementa: Define os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social e dá outras providências.
  • Art. 25. Praticar massacre, devastação, saque, roubo, seqüestro, incêndio ou depredação, atentado pessoal, ato de sabotagem ou terrorismo; impedir ou dificultar o funcionamento de serviços essenciais administrados pelo Estado ou mediante concessão ou autorização: Pena - reclusão, de 2 a 6 anos.
  • Art. 25. Praticar devastação, saque, assalto, roubo, seqüestro, incêndio ou depredação; ato de sabotagem ou terrorismo, inclusive contra estabelecimento de crédito ou financiamento, massacre, atentado pessoal; impedir ou dificultar o funcionamento de serviços essenciais, administrados pelo Estado, ou mediante concessão ou autorização. (Redação dada pelo Decreto-Lei nº 510, de 1969)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Decreto-Lei n. 314, de 13 de março de 1967, art. 25

Decreto-Lei n. 314, de 13 de março de 1967, art. 25

Termos equivalentes

Decreto-Lei n. 314, de 13 de março de 1967, art. 25

  • UP DL 314/67, art. 25

Termos associados

Decreto-Lei n. 314, de 13 de março de 1967, art. 25

4 Resultados para Decreto-Lei n. 314, de 13 de março de 1967, art. 25

4 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Autos findos n. 72/1974

Civil sentenciado por relações com o movimento revolucionário no estado do Amazonas recebe benefício de livramento condicional.Belém 1969

Auditoria da 8ª Região Militar (PI, MA, PA, AM e AC)

Autos findos n. 893/1975

Civil condenado por suberversão e roubo, pede livramento condicional.

Conselho Penitenciário Federal

Autos findos n. 890/1975

Condenado por assalto a banco e furto de carro, pede livramento condicional.

1ª Auditoria da Marinha da 1ª Circunscrição Judiciária Militar (RJ e ES)